Ir para o conteúdo
Início
/
Notícias
22-06-2022

PROFISSIONAIS DA ULSBA PARTICIPAM EM FORMAÇÃO EM SAÚDE MENTAL

Profissionais do Serviço de Psiquiatria da ULSBA participam no programa de formação dirigido às equipas comunitárias de saúde mental. A ação, com duração de três dias, decorre no Alentejo.

No âmbito da reforma da saúde mental, a Coordenação Nacional das Políticas de Saúde Mental, em colaboração com as coordenações regionais, deu início ao programa de formação dirigido às equipas comunitárias de saúde mental, envolvendo as equipas comunitárias dos serviços locais de saúde mental de Beja e de Portimão.

A formação tem como alvo os profissionais das equipas multidisciplinares (psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, técnicos superiores do serviço social e terapeutas ocupacionais) que já estão a trabalhar nos respetivos serviços de saúde mental, e procura melhorar a prestação de cuidados a pessoas com doença mental grave residentes no Baixo Alentejo e Barlavento Algarvio, de forma a contribuir para a respetiva integração na família e na comunidade onde vivem.

Com base em sólida evidência científica, o programa segue as boas práticas recomendadas no Plano Nacional de Saúde Mental, assim como das entidades mais representativas a nível internacional – como a Organização Mundial da Saúde e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico – e permitirá uma diferenciação muito significativa das competências necessárias para o exigente trabalho na comunidade.

A criação de novas equipas comunitárias de saúde mental (mais 10 em 2022) e a contratação dos recursos humanos multidisciplinares constituem dimensões cruciais da reforma em curso, em sintonia com o contexto existente na Europa Ocidental.

Com esta iniciativa, a primeira de várias que irão ser realizadas ainda este ano, dá-se mais um passo decisivo no processo de transformação que está a ocorrer nos serviços de saúde mental em Portugal, privilegiando a proximidade e continuidade de cuidados, a ligação às famílias e a articulação com outros sectores da sociedade.

 

Fonte: Portal do SNS


Partilhar:
amet, tempus mattis sem, venenatis Aliquam facilisis sed quis