Inicio
/
Notícias
Notícias
13-04-2018
O Prémio Locais de Trabalho Saudáveis, edição de 2017, distinguiu a ULSBA com uma menção honrosa, na categoria “Organizações com mais de 250 colaboradores - Grandes Empresas”. Trata-se de uma iniciativa da Ordem dos Psicólogos Portugueses e enquadra-se no âmbito da parceria com a Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho e a Autoridade para as Condições do Trabalho. Conta ainda com o apoio da Direcção-Geral de Saúde, do Instituto de Emprego e Formação Profissional, da Associação Empresarial de Portugal, da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal), da Confederação Empresarial de Portugal, da União Geral de Trabalhadores, da Confederação dos Agricultores de Portugal, da Confederação do Turismo Português, e tem o Alto Patrocínio do Exmo. Sr. Ministro da Saúde, Doutor Adalberto Campos Fernandes e o Alto Patrocínio do Exmo. Sr. Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Dr. José António Vieira da Silva. O Prémio Locais de Trabalho Saudáveis distingue, anualmente, as empresas/organizações portuguesas com contributos notáveis e inovadores para a segurança, o bem-estar e a Saúde (Física e Psicológica) no local de trabalho e agracia aquelas que mais tenham, efetivamente, demonstrado um forte empenho e uma abordagem participativa na gestão dos riscos psicossociais e da Saúde Ocupacional. A ULSBA concorreu e recebeu uma Menção Honrosa com o projeto ProGerPsi, da responsabilidade da Equipa de Psiquiatria do Trabalho, coordenada pelo psiquiatra Pedro Moura. Ao abrigo da legislação nacional, o empregador tem a responsabilidade sobre todos os aspetos relacionados com a saúde e segurança no trabalho dos seus colaboradores, incluindo as questões psicossociais. Os problemas psicossociais nos locais de trabalho têm vindo a ganhar protagonismo nos últimos anos, com as mudanças na forma de trabalhar. O volume e o número de horas de trabalho, a organização do trabalho, a insegurança e o risco de violência são exemplos de riscos psicossociais, que resultam em consequências não só para o indivíduo (com desenvolvimento de problemas do foro psicológico, stress e outros) como também para a instituição (com possibilidade de aumento de acidentes de trabalho, absentismo e consequentes falhas/ diminuição na produção). Algumas medidas preventivas passam por alterações na gestão, distribuição equilibrada das tarefas de trabalho, participação mais direta e ativa dos trabalhadores, desenvolvimento de competências, informação e formação. O ProGerPsi é um programa que pretende integrar na formação dos profissionais da ULSBA, de uma forma mais permanente, a componente de riscos psicossociais. Segundo a organização do evento, “ao distinguirem-se estes casos de excelência, pretende-se ainda suscitar o desenvolvimento de acções de mudança no tecido organizacional português, através da generalização das boas práticas.”

04-04-2018
A Missão Continente apresentou os projetos selecionados para atribuição de donativo 2017/2018. A verba vai apoiar 23 iniciativas em todo o país e entre elas está o Projeto "Saúde a Gosto", da responsabilidade da Unidade Coordenadora Funcional da Diabetes da ULSBA, inserido na área da alimentação saudável. "Saúde a Gosto" é um projeto de prevenção da diabetes que visa fomentar a prática de uma alimentação saudável, por via da reintrodução da dieta mediterrânica e através de um "regresso às origens", nos utentes identificados com risco moderado de vir a ter diabetes Tipo 2. Este projeto consiste na realização de um ciclo de Workshops de culinária, dinamizados por uma equipa multidisciplinar (psicólogos, nutricionistas, enfermeiros e outros), com o objetivo de capacitar e motivar os utentes para a prática de uma alimentação saudável de base mediterrânica. As receitas trabalhadas nos diversos Workshops serão compiladas e publicadas em livro a oferecer aos participantes do projeto, bem como disponibilizadas num site construído para o efeito com o objetivo de partilha de receitas saudáveis e como forma de abranger o maior número de pessoas possíveis. O projeto contempla ainda a realização de um encontro, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Diabetes (14 de novembro), entre todos os participantes e utentes diabéticos dos 13 concelhos da área de abrangência da ULSBA, de forma a permitir a partilha de experiências e a demonstração da confeção das respetivas receitas.   Veja o vídeo Donativos Missão Continente 2017 - Resultados em https://missao.continente.pt/noticias-eventos/projetos-selecionados-20172018-donativo-missao-continente

03-04-2018
A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, através do Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência, e aceitando o convite da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Beja, assinala em Abril o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância e Juventude, através da Campanha do Laço Azul. Uma das primeiras atividades desta iniciativa será a distribuição de laços azuis, o símbolo da campanha de prevenção, no Hospital de Beja, aos utentes, familiares e profissionais de saúde, bem como a divulgação de informações acerca do tema. Para tal, será exposto na fachada do Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental um mega laço azul. Será ainda exibida a história da campanha, num painel expositivo no hall de entrada do Hospital, durante todo o mês de abril. O programa semanal de rádio da ULSBA, transmitido nas rádios Pax e Voz da Planície, abordará, durante todo o mês de abril, o tema da prevenção dos maus tratos na infância e juventude. Em parceria com a CPCJ de Beja e com a Câmara Municipal de Beja, será ainda distribuída uma publicação ilustrada, explicativa da história do Laço Azul. De referir que a Organização Mundial de Saúde define abusos ou maus-tratos às crianças como todas as formas de lesão física ou psicológica, abuso sexual, negligência ou tratamento negligente, exploração comercial ou outro tipo de exploração, resultando em danos atuais ou potenciais para a saúde da criança, sua sobrevivência, desenvolvimento ou dignidade num contexto de uma relação de responsabilidade, confiança ou poder.   Acerca do Laço Azul A Campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) iniciou-se em 1989, na Virgínia, E.U.A. quando uma avó, Bonnie W. Finney, atou uma fita azul à antena do seu carro. A história que Bonnie Finney contou aos elementos da comunidade que a interpelaram foi trágica, relatando os episódios de maus-tratos à sua neta. O seu neto já tinha sido morto por maus tratos, de forma brutal. E porquê azul? Porque apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul servir-lhe-ia como um alerta constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus tratos. A história de Bonnie Finney demonstra-nos como o efeito da preocupação de um único cidadão pode ser eficaz no despertar das consciências da população, relativamente aos maus-tratos contra as crianças, na sua prevenção e na promoção e proteção dos seus direitos.

21-03-2018
Sem custos para si, pode consignar os 0,5% do seu IRS à Liga dos Amigos do Hospital de Beja. Apenas tem que preencher, na sua Declaração de IRS - Modelo 3 – Rosto, o campo 1101 do Quadro 11 com o NIPC da Liga 503 474 592. Saiba aqui como fazer.