Início
/
Institucional
Institucional

APRESENTAÇÃO E ENQUADRAMENTO REGIONAL DA ULSBA
A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE é uma entidade pública empresarial integrada no Serviço Nacional de Saúde, criada por Decreto-lei n.º 183/2008, de 4 de setembro, que resultou de uma preocupação pela mais-valia que pode trazer à efetiva prestação de cuidados aos cidadãos, a eficaz articulação entre os cuidados de saúde primários e os cuidados de saúde diferenciados. A ULSBA, EPE tem como objetivos a prestação de cuidados de saúde primários, diferenciados e continuados à população, designadamente aos beneficiários dos subsistemas de saúde, ou de entidades externas que com ele contratualizem a prestação de cuidados de saúde, e a todos os cidadãos em geral, bem como assegurar as atividades de saúde pública e os meios necessários ao exercício das competências da autoridade de saúde na sua área geográfica de abrangência. A ULSBA desenvolve a sua atividade em 3 níveis de prestação de cuidados:
  • Cuidados de Saúde Primários I Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Alentejo, que integra as unidades funcionais dos Centros de Saúde de Aljustrel, Almodôvar, Alvito, Barrancos, Beja, Castro Verde, Cuba, Ferreira do Alentejo, Mértola, Moura, Ourique, Serpa e Vidigueira, bem como a Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP), Unidade de Saúde Pública (USP), Centro de Diagnóstico Pneumológico (CDP) e o Centro de Aconselhamento de Deteção (CAD).
  • Cuidados de Saúde Hospitalares I Hospital José Joaquim Fernandes, Beja
  • Cuidados Paliativos I Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos Beja+ (apoio a todos os concelhos, com exceção de Moura, Barrancos e Mértola), Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos de Moura e Barrancos e Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos de Mértola
  Caracterização da População População Residente (Censos 2011): 126.692 habitantes e destes 30.492 habitantes têm 65 ou mais anos. A população da área de influência da ULSBA, EPE apresenta uma grande dispersão geográfica, o que levanta grandes dificuldades de acesso aos cuidados de saúde, em especial no segmento populacional mais envelhecido e em zonas com baixa densidade populacional. Também o envelhecimento da população resulta num aumento da incidência de certo tipo de patologias crónicas e incapacitantes (tensão arterial alta, diabetes, AVC depressão e enfarte agudo do miocárdio) que pressupõe a adaptação da capacidade de resposta dos cuidados de saúde. Os concelhos da área de influência da ULSBA, EPE com maior grau de envelhecimento são Mértola e Ourique, com mais de 300 idosos por cada 100 jovens. Os concelhos menos envelhecidos são Beja e Moura. As doenças Cardiovasculares representam a primeira causa de mortalidade. Os problemas do foro da Saúde Mental têm uma grande relevância, sendo a região do país com a maior taxa de suicídio em idosos, em especial nos concelhos do sul do Distrito. A doença Oncológica apresenta um acréscimo de incidências.  

MISSÃO, VISÃO E VALORES
A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE visa o seu reconhecimento pela excelência clínica, garantindo a equidade e a integração eficaz dos vários níveis de cuidados, assumindo-se como uma Instituição de referência, com uma preocupação de qualidade, eficiência e eficácia, técnica e social. É missão da ULSBA, a prestação de cuidados integrados, com qualidade e em tempo útil, a custos socialmente comportáveis, num quadro de eficiência e eficácia, em estreita articulação com outros serviços de saúde e instituições sociais da comunidade. A par das atividades assistenciais, são desenvolvidas as funções de formação, treino e investigação consideradas necessárias ao desenvolvimento técnico-profissional dos trabalhadores e colaboradores da ULSBA. No desenvolvimento da sua atividade, a ULSBA e os seus colaboradores adoptam uma atitude centrada no utente/doente, no profundo respeito pela dignidade da vida humana, no sentido da prevenção e da promoção da saúde individual e da comunidade, na acessibilidade e equidade na prestação dos cuidados, bem como na obtenção de ganhos em saúde, visando a melhoria progressiva do nível de todos os indicadores de saúde da população do Baixo Alentejo.

Conselho de Administração
CA-Conceicao-Margalha (low) Dra. Maria da Conceição Lopes Baptista Margalha | Presidente e Diretora Clínica para a Área dos Cuidados de Saúde Primários
Dra.  Iria Cristina Martins Manangão Velez  | Vogal Executiva  
Dra. Patrícia Isabel Silvestre Ataíde  | Vogal Executiva  
 CA-Jose-Anibal (low) Dr. José Aníbal Fernandes Soares | Diretor Clínico para Área dos Cuidados de Saúde Hospitalares
 CA-Joaquim-Brissos (low) Enfermeiro Joaquim Manuel Castanho Brissos | Enfermeiro Diretor
  Dr. Manuel Francisco Carvalho Soares  | Vogal Executivo    

 

Fiscal Único
Fiscal Único Efetivo
  • CRC – Colaço, Rosa, Coelho & Associados, SROC, Lda., representada pela Senhora Dra. Maria Fernanda Barreto Mendonça Colaço.
Fiscal Único Suplente
  • Dr. Luís Manuel da Silva Rosa.
Despacho n.º 1517/16 SEATF - Designação do Fiscal Único Efetivo e do Fiscal Único Suplente para o mandato 2016 - 2018

Conselho Consultivo
  • Presidente do Conselho Consultivo da ULSBA, EPE | Professor Doutor Joaquim António Machado Caetano
  • Representante da CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo | Engenheiro João Manuel Rocha da Silva, Presidente do conselho Executivo
  • Representante da Administração Regional de Saúde do Alentejo, IP  |  Engenheiro José António Martinho, Vogal Executivo do Conselho de Administração da ARSA, IP
  • Representante da Liga dos Amigos do Hospital José Joaquim Fernandes, Beja  | Dra. Maria Lisalete Pombeiro, Presidente da Direcção
  • Representante das escolas ou agrupamentos de escolas  |  Professor Luis Carlos Santos Miranda, do Agrupamento de Escolas nº 1 de Beja
  • Representante da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) | Dra. Maria Manuel Candeias Coelho, Presidente da CPCJ de Beja
  • O Delegado Regional de Saúde | Dra. Filomena Araújo – Delegada Regional de Saúde da Administração Regional de Saúde do Alentejo, IP

Profissionais designados pelo Conselho de Administração da ULSBA, EPE

  • Dr. Carlos de Sousa, Médico aposentado – Chefe de Serviço de Cirurgia Geral (actualmente exerce funções na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, EPE)
  • Enfermeira Elisabete Pires Bailão, Enfermeira aposentada – Enfermeira Chefe
  • Fiscal Único: Salgueiro Castanheira e Associado – SROC / Dr. Fernando Salgueiro
De acordo com o o Decreto-Lei n.º 183/2008 de 4 de Setembro (alterado e redigido pelo Decreto-Lei nº 12/2015 de 26 de Janeiro) da constituição do Conselho Consultivo da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE.


Princípios do Bom Governo
Auditoria Interna
Balanço Social
Caracterização e Estatutos
Compromissos Previsionais
Compromissos Provisórios para SIGIC
Comunicação de Irregularidades
Contratos Programa e Planos de Actividades
Contratos de Prestação de Serviços Médicos 
 
Dívidas Certas, Líquidas e Exigíveis a 30 dias
Fornecedores
Gestão de Riscos
Informação Financeira
Modelo de Governo
Relatórios de Acesso
Relatórios de Gestão e Contas
Relatórios de Governo Societário
Relatório para a Igualdade de Género, Cidadania e Não Discriminação
5 Remunerações Mais Elevadas
Liga dos Amigos do Hospital de Beja
Outras Informações
  • Lista dos Enfermeiros que transitaram para Enfermeiros Especialistas e Enfermeiros Gestores


LEGISLAÇÃO

Qualidade
Em matéria de controlo, garantia e melhoria da qualidade, a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, aplica os critérios presentes nos modelos de certificação/acreditação de referência SERVIÇOS FARMACÊUTICOS, Certificação pela norma ISO 9001:2008
  • Âmbito da Certificação «Gestão do circuito do medicamento: Gestão, aquisição, armazenagem e distribuição de fármacos; Preparação de produtos manipulados; Apoio e informação aos utilizadores».
SERVIÇO DE IMUNOHEMOTERAPIA, Certificação pela norma ISO 9001:2008
  • Âmbito da Certificação «Realização de Consultas de Policitémicos, Colheita de Sangue a Dadores no Serviço, Validação, Preparação e Administração de Componentes Sanguíneos e Realização de Análises de Imunohematologia».
  • Princípios orientadores da atividade do Serviço, em matéria de qualidade - Política da Qualidade
UNIDADE DE SAÚDE FAMILIAR ALFABEJA, Acreditação pelo modelo ACSA
  • Acreditada pela DGS - Nível BOM

Comissões Gratuitas de Serviço autorizadas aos Profissionais para Formação Externa
Listagem das Comissões Gratuitas de Serviço autorizadas aos Profissionais, para Formação Externa: