Início
/
Cidadão
Cidadão

Visitas aos Doentes Internados no Hospital
Horário Geral Sala de Cuidados Cirúrgicos Serviço de Pediatria e Unidade de Neonatologia Serviço de Obstetrícia Unidade de Internamento de Psiquiatria Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente Unidade de Cuidados Intermédios de Cardiologia   Nota: Visitas aos doentes internados no Hospital de Beja encontram-se suspensas devido à pandemia.  

Gabinete do Cidadão
Equipa
  • Responsável | Dra. Matilde Veríssimo
  • Assistente Técnica | Teresa Barata
  Missão
  • Receber as sugestões, elogios, agradecimentos e reclamações dos utentes dos serviços de saúde;
  • Fornecer informação sobre os Serviços, direitos e deveres dos utentes constituindo, assim, um elo de ligação entre o órgão de gestão da Organização e os utentes/comunidade, no sentido da melhoria da qualidade dos serviços prestados.
O Gabinete do Utente foi criado por Despacho Ministerial n.º 26/86, de 30 de junho (II Série). Pelo Despacho n.º 8958/2013, do Gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, é aprovado o Regulamento do Sistema SIM Cidadão, passando os Gabinetes do Utente que funcionam nos hospitais, centros hospitalares e unidades locais de saúde, a designar-se por Gabinetes do Cidadão e assumem as competências consignadas no Regulamento do Sistema SIM-Cidadão.   Objetivos
  • Aplicar as normas constitucionais que conferem a todo o cidadão português o direito de tomar parte na decisão dos assuntos públicos do país;
  • Ser um espaço aberto ao contributo e participação dos cidadãos, suscitando e apoiando, junto dos utentes/acompanhantes, a sua opinião sobre os serviços prestados;
  • Funcionar como agente no processo de mudança da Organização;
  • Constituir um instrumento de gestão primordial para a melhoria da qualidade da prestação de cuidados, a satisfação dos utentes e a performance global da ULSBA.
Funções
  • Informar os utentes dos direitos e deveres em relação aos Serviços de Saúde;
  • Verificar as condições de acesso dos utentes aos cuidados de saúde;
  • Receber as sugestões formuladas pelos utentes, no que se refere à Organização e funcionamento dos Serviços;
  • Receber os agradecimentos e/ou louvores formulados pelos utentes à Instituição e/ou aos seus colaboradores pelo funcionamento dos Serviços e/ou atendimento prestado;
  • Receber as reclamações sobre o funcionamento dos Serviços ou comportamento dos funcionários;
  • Reduzir a escrito as reclamações orais feitas nos termos do ponto anterior, quando os reclamantes não possam fazê-lo;
  • Promover, junto das populações da respetiva área de influência da ULSBA, a divulgação da existência do Gabinete do Cidadão.
  Horário de Funcionamento
  • Dias úteis: 09:00h às 17:00h (sem interrupção)
  Contactos
  • Email: gu@ulsba.min-saude.pt
  • Telefone: 284 310 200
  Como apresentar exposições
  • Diretamente no Gabinete do Cidadão - Hospital José Joaquim Fernandes (junto ao hall da entrada principal);
  • Via carta, fax, email;
  • No Livro de Reclamações, existente em todos os Serviços de atendimento ao público.
  • No Livro de Reclamações Eletrónico, em www.livroreclamacoes.pt

Informação ao Utente
  PLANO DE CONTINGÊNCIA SAÚDE SAZONAL 2020/2021 - MÓDULO OUTONO/INVERNO Consulte o Plano   MATERIAIS DE INFORMAÇÃO - COVID 19   PRESENÇA DE UM ACOMPANHANTE NO SERVIÇO DE OBSTETRÍCIA (COVID-19) A presença de acompanhante da mulher durante o parto é um direito reconhecido nos serviços de saúde. Contudo, no âmbito da pandemia COVID-19, foi implementado um conjunto de medidas excecionais de prevenção e controlo de infeção, com o objetivo de minimizar o risco de transmissão da infeção, especialmente em ambiente hospitalar. Informação para o Acompanhante da Grávida   HORÁRIOS DE VISITAS AOS DOENTES INTERNADOS (SUSPENSAS)   Nota: As visitas aos doentes internados no Hospital de Beja encontram-se suspensas devido à pandemia, desde o dia 18 de março de 2020, pelo que os folhetos em cima referem-se ao período de "normalidade". Atualizaremos a informação, assim que as orientações o permitam.   MAIS INFORMAÇÕES

Agradecimentos

Mais Saúde
LINHA SAÚDE 24 MUDOU PARA SNS 24 O serviço muda de nome, mas mantém o número (808 24 24 24) e vai ter novas valências. O SNS 24 é um centro agregador da informação dispersa no SNS, sendo acessível ao cidadão através de múltiplos canais como internet, smartphone, aplicações móveis e Área do Cidadão do Portal SNS. Vai ser possível, por exemplo, marcar consultas com o médico de família, tratar diversas matérias administrativas, que hoje obrigam a deslocação às unidades de saúde, promovendo a proximidade do profissional de saúde e do utente ao Serviço Nacional de Saúde. Mais informações em www.sns24.gov.pt ______________________________________________________________________________________________________________ EVITE IR À URGÊNCIA HOSPITALAR EM SITUAÇÕES NÃO URGENTES Sempre que possível, vá ao centro de saúde ou à sub da sua zona de residência, que funciona 24h por dia. Terá sempre uma resposta imediata, com os meios adequados e será encaminhado para o serviço mais correcto. Ajude-nos a tratá-lo onde mais precisa.

Dádivas de Sangue
Dadores de Sangue As dádivas podem ser feitas no Serviço de Imunohemoterapia, situado no Hospital de Beja (Piso 0), no seguinte horário: Segunda e Quinta-feira Manhã: 09h30 às 12h30 Tarde: 14h30 às 19h Terça-feira Manhã: 09h30 às 12h30 Tarde: 14h30 às 16h Quarta-feira Manhã: 09h30 às 12h30 Sexta-feira Tarde: 14h30 às 16h Para ser dador de sangue, terá de ter idade compreendida entre os 18 e os 65 anos (até aos 60 anos se for uma primeira dádiva) e ter hábitos de vida saudáveis. Qualquer pessoa com peso igual ou superior a 50 kg pode dar sangue. Consulte o folheto informativo para mais informações Dadores de Medula Óssea O Serviço de Imunohemoterapia realiza colheita de sangue a potenciais dadores de medula óssea. Pode ser dador de medula óssea se tiver idade compreendida entre 18 e 45 anos, peso igual ou superior a 50 Kg e não for portador de doenças crónicas ou autoimunes. Consulte o folheto informativo Brigadas de Recolha de Sangue O Serviço de Imunohemoterapia da ULSBA, em parceria com Associações de Dadores de Sangue, promove as chamadas Brigadas, para ir ao encontro dos dadores de sangue. Consulte o calendário das Brigadas e saiba onde vamos estar para aceitar a sua dádiva de sangue. Contactos Telefone do Serviço de Imunohemoterapia: 284 310 200

Taxas Moderadoras
A legislação que regula o acesso às prestações do SNS por parte dos utentes no que respeita ao regime das taxas moderadoras e à aplicação de regimes especiais de benefícios, tem por base o Decreto-Lei n.º 113/2011, de 29 de novembro, na sua redação atual.   Decreto-lei n.º 131/2017 de 10/10/2017 - Alarga o elenco de cuidados de saúde dispensados do pagamento de taxas moderadoras no SNS. Circular Normativa n.º 8 de 31/03/2016 Alteração do regulamento de aplicação de Taxas Moderadoras. REVISÃO DE CATEGORIAS DE ISENÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE VALORES DAS TAXAS MODERADORAS  

Testamento Vital
O Testamento Vital é um documento, registado eletronicamente, onde é possível manifestar o tipo de tratamento, ou os cuidados de saúde, que pretende ou não receber, quando estiver incapaz de expressar a sua vontade. O Testamento Vital permite, também, a nomeação de um ou mais procuradores de cuidados de saúde. O registo do Testamento Vital, no Registo Nacional do Testamento Vital (RENTEV), permitirá a disponibilização atempada da informação constante no seu Testamento para consulta pelos médicos. Como preencher o Testamento Vital? Para simplificar o processo, o utente pode aceder ao Modelo de Diretiva Antecipada de Vontade (DAV), preencher e entregar no Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Alentejo (Rua Dr. António Sardinha, Beja). Desta forma, o Testamento Vital será registado no sistema informático da saúde, o RENTEV. Como consultar o Testamento Vital? Num contexto de urgência ou de tratamento específico, o médico assistente poderá consultar o Testamento Vital do utente, através do Portal do Profissional, garantindo assim que a vontade anteriormente expressa é cumprida. O próprio utente pode, através da Área do Cidadão, verificar se o seu Testamento Vital está correto, ativo, dentro do prazo, acompanhando todos os acessos que são feitos pelos médicos. Para ficar devidamente esclarecido, consulte:

AquiAppBicho

O que é a aplicação?

As doenças transmitidas por vetores e outros animais, emergiram ou reemergiram como resultado das alterações climáticas, demográficas e sociais, alterações genéticas nos agentes infeciosos, resistência dos vetores a inseticidas e mudanças nas práticas de saúde pública. O conhecimento das espécies, a sua distribuição geográfica e hospedeiros associados, permite-nos estabelecer atividades de vigilância epidemiológica para que medidas de prevenção, controlo e mitigação possam ser implementadas, pelo que importa monitorizar a introdução de novos vetores e dos vetores já presentes. Assim surge o AquiAppbicho!, uma aplicação desenvolvida no âmbito de uma parceria estabelecida entre a Unidade de Saúde Pública da ULSBA, EPE e a EMAS – Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja, E.M., que permite ao cidadão reportar o avistamento de vetores ou animais, como mosquitos, carraças, pombos, pulgas, piolhos, lagarta do pinheiro e ratos, contribuindo assim para o seu controlo e prevenção de doenças.

Objectivos

  1. Colaborar na investigação sobre os agentes de transmissão denominados de vetores e outros animais;
  2. Garantir a monitorização e vigilância da atividade dos vetores e outros animais;
  3. Prevenir a propagação dos vetores através de ações de sensibilização e combate para a sua eliminação;
  4. Contribuir para a preparação de planos de contingência que tenham como objetivo minimizar impactos negativos decorrentes de eventual introdução e instalação de mosquitos invasores;
  5. Identificar áreas territoriais de risco, definir zonas prioritárias para a vigilância e medidas especiais de intervenção;
  6. Articular com entidades públicas e desenvolver parcerias educativas sobre as doenças transmitidas por vetores e outros animais.

A quem se destina?

A todos os cidadãos que disponham de smartphone, tablet, laptop ou desktop com acesso a internet e pretendam reportar o avistamento de vetores ou animais, como mosquitos, carraças, pombos, pulgas, piolhos, lagarta do pinheiro e ratos, contribuindo assim para o seu controlo e prevenção de doenças.

Ganhos pretendidos

  1. Vigiar a atividade de vetores e outros animais transmissores de doença e caracterizar as espécies e a ocorrência sazonal;
  2. Identificar a distribuição geográfica de vetores e outros animais transmissores de doença, importantes em saúde pública;
  3. Emitir alertas e articular atempadamente com as entidades responsáveis para a adequação das medidas de controlo, em função da densidade dos vetores ou animais e do nível de intensidade.
Reporte vetores e animais transmissores de doenças através da aplicação AquiAppbicho!